Eu POSSO mudar

ANVISA lançou a 4ª edição do Documento de Perguntas e Respostas sobre Suplementos Alimentares

O objetivo do documento é esclarecer dúvidas gerais sobre Suplementação Alimentar e divulgar o novo marco regulatório publicado em julho de 2018.

O mercado da Suplementação Alimentar no Brasil é um dos que mais crescem no mundo. Conforme a ABENUTRI – Associação Brasileira de Empresas de Produtos Nutricionais, só o setor de Sport Nutrition faturou mais de R$ 2 bilhões de reais em 2018, o que significou 12% de crescimento em relação ao ano de 2017. A expectativa para 2019 é superar 2018 atingindo pelo menos 15% de crescimento. Diante disso o documento com perguntas e respostas sobre suplementos alimentares se torna de grande importância.

Marco Regulatório

Essa expectativa foi reforçada com a divulgação pela ANVISA do novo marco regulatório em julho do ano passado. Com as novas regras se busca reduzir a desinformação que abala esse mercado, especialmente na veiculação de propaganda duvidosa, de produtos com ação sem comprovação científica. Também com a modernização da regulamentação se pretende reduzir as barreiras para comercialização e inovação do setor, o que deve impactar ainda mais os números desse mercado nos próximos anos. Finalmente, a nova regulamentação ainda tem como objetivo melhorar o controle sanitário e a gestão do risco que envolve esses produtos.

Diante deste cenário, cada vez mais se faz importante que as pessoas conheçam e entendam sobre suplementação alimentar, então esse documento se torna ainda mais importante. A quarta edição do documento contém 154 perguntas e respostas sobre vários temas de suma relevância, como: processo de regulamentação; suplementos alimentares; regras de composição; listas de constituintes e limites; regras de rotulagem; probióticos; aditivos e coadjuvantes autorizados; requisitos para atualização das listas; e prazo de adequação.

Todo cuidado é pouco!

Então, antes de se aventurar pelo mundo da suplementação, acesse esse documento e também busque mais informações sobre o produto em questão. Como já falamos anteriormente, o indicado é procurar um especialista para avaliar sua situação e poder orientar quanto a necessidade de suplementação, e no caso positivo, quais produtos e em que quantidade. Lembre-se que os suplementos alimentares também oferecem risco se consumidos indiscriminadamente.

O objetivo do documento é esclarecer dúvidas gerais sobre Suplementação Alimentar.

Abaixo seguem links para o documento com perguntas e respostas, e também para a legislação atualizada vigente:

Perguntas & Respostas – Suplementos Alimentares.

RDC 243/2018 – dispõe sobre os requisitos sanitários dos suplementos alimentares.

IN 28/2018 – estabelece as listas de constituintes, de limites de uso, de alegações e de rotulagem complementar dos suplementos alimentares.

RDC 239/2018 – estabelece os aditivos alimentares e coadjuvantes de tecnologia autorizados para uso em suplementos alimentares.

RDC 240/2018 – dispõe sobre as categorias de alimentos e embalagens isentos e com obrigatoriedade de registro sanitário.

RDC 241/2018 – dispõe sobre os requisitos para comprovação da segurança e dos benefícios à saúde dos probióticos para uso em alimentos.

– Você também pode acessar no Portal da Anvisa uma relação das principais dúvidas de quem fez contato com a Central de Atendimento, todas devidamente esclarecidas. Acesse aqui.

– Se mesmo assim restam dúvidas, você pode fazer contato com a Central de Atendimento da Anvisa.


Leia também:


Toda a informação é bem-vinda. Esperamos ter ajudado na disponibilização de mais conteúdo sobre o setor da Suplementação Alimentar no Brasil. Como podemos ver é um mercado em plena ascensão em que vamos ouvir falar muito nos próximos anos. Vamos nos manter bem informados para garantir nossa segurança e entendimento do que está em jogo quando falamos em suplementação.

Acompanhe o nosso site. Em breve mais informações sobre esse tema. Deixe seu comentário abaixo e colabore com a informação.


IMAGENS:
Destaque: por stevepb de Pixabay
Imagem 2 (logo ANVISA): por Site Oficial ANVISA
Imagem 3 (cápsulas azuis e brancas): por ranys de Pixabay

Sair da versão mobile